terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Boas Festas


Novidades Literárias


As novidades literárias na Biblioteca da Escola General Humberto Delgado
Sempre que a biblioteca adquire novas obras, é feita a divulgação no átrio da entrada da escola. 
 Assim,  a certeza que todos os alunos ficam a par das novidades.
 A divulgação das obras é feita mensalmente. Os alunos podem requisitar os livros agora disponíveis.
Com esta atividade pretendemos, não só divulgar os recursos disponíveis na biblioteca, como também, incentivar a leitura e criar hábitos de leitura.

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Novos livros na bibliotaca da Escola Secundária José Cardoso Pires

Lista de alguns dos livros que foram adquiridos recentemente pela biblioteca da Escola Secundária José Cardoso Pires e que se encontram disponíveis para requisição.
Estas obras são recomendadas pelo Plano Nacional de Leitura.

Mia Couto
A confissão da leoa

Um acontecimento real - as sucessivas mortes de pessoas provocadas por ataques de leões numa remota
região do norte de Moçambique - é pretexto para Mia Couto escrever um surpreendente romance. Não tanto sobre leões e caçadas, mas sobre homens e mulheres vivendo em condições extremas.No nosso catálogo.

 
 
 
Leão Tolstoi
Anna Karenina

Ana Karenina parece ter tudo - beleza, dinheiro, popularidade e um filho adorado. Mas sente um vazio
na sua vida até ao momento em que conhece o arrebatador conde Vronsky. A relação que em breve se inicia entre ambos escandaliza a sociedade e a família, e traz no seu encalce ciúme e amargura.
Em contraste com esta história de amor e autodestruição, encontramos Konstantin Levin, um homem em
busca da felicidade e de um sentido para a sua vida.No nosso catálogo.

José de Alencar
Iracema

Estra obra narra o trágico romance entre Iracema, uma índia, e Martim, o primeiro colonizador
português do Ceará.
Após um acidente, Martim é recebido pela tribo dos Tabajaras, onde vivia a jovem Iracema.
Ambos apaixonam-se e fogem para viverem o amor proibido, levando consigo o guerreiro Pitiguara, amigo
que Martim considerava como irmão.
Ao perceberem a fuga, os Tabajaras perseguem os amantes, travando um combate sangrento ao encontrá-
los. Desesperados, os três vão para uma praia deserta, na qual Martim e Iracema constroem uma cabana.
Passado algum tempo, Martim resolve ir guerrear junto com os Pitiguaras e com seu amigo Poti, deixando Iracema grávida na cabana. Antes de Martim voltar para a tribo, Iracema irá dar à luz um menino, ficando muito fraca e acabando por morrer. Martim chega pouco depois e, ao ouvir o canto triste da Jandaia (ave que acompanhava Iracema), presencia a tragédia.
Ele regressa então à sua terra natal, levando o filho consigo. Porém, quatro anos depois, ambos voltam
para o Ceará, onde implantam a fé cristã.No nosso catálogo.

Saul Below
Jerusalém ida e volta

Esta obra é um conjunto de reflexões de viagem à cidade de Jerusalém e sobre o papel dos Estados
Unidos no Médio Oriente.No nosso catálogo.






 
Branquinho da Fonseca
O barão

Um inspetor das escolas de instrução primária vê-se, por imposição das suas funções, levado a viver uma vida nómada
. E dispõe-se a escrever para contar uma inesquecível viagem de serviço que o levara a um velho solar de província, onde o Barão se condenara a uma vida sedentária, solitária e dramática.
Personagem intrigante e contraditória, que oscila entre a tirania e o sentimentalismo, o Barão apodera-se do inspetor e obriga-o a partilhar o seu mundo durante uma noite alucinante marcada por confidências delirantes e cenas imprevistas.No nosso catálogo.

Emily Bronte
O monte dos vendavais

Mr. Lockwood aluga uma casa no Yorkshire para uma calma temporada no campo. Contudo, certa noite, ao
ver-se forçado a pernoitar na obscura mansão de Wuthering Heights à conta de uma forte tempestade, irá descobrir e quase reviver os tormentosos acontecimentos aí ocorridos anos antes, e que perduram no tempo como uma terrível maldição.
O Monte dos Vendavais centra-se na relação intensa entre Heathcliff, um jovem cigano adotado, e
Catherine Earnshaw, a filha do próspero patriarca que acolhe Heathcliff no seio da sua família, e explora as consequências trágicas da escolha que Catherine teve obrigatoriamente de fazer entre o amor de Heathcliff e as obrigações sociais a que estava sujeita por condição e nascimento. Esta é uma história de amor intenso e trágico que o tempo há muito consagrou.No nosso catálogo.

Alexandre Dumas
Os três mosqueteiros

Alexandre Dumas teceu as suas ficções sobre uma trama do século XVII, misturando personagens reais das
mais altamente colocadas com personagens imaginárias, conseguindo colocar uma e outras no panteão dos imortais.
A sua inspiração faz agir e falar o monarca absoluto Luís XIII e o temível cardeal Richelieu, Ana de Áustria e Buckingham, reviver toda uma época em que se sucedem as aventuras dos seus heróis, D' Artagnan, Athos, Porthos, Aramis e essa fascinante Milady, à volta da qual a ação se desenrola com inegável poder dramático.No nosso catálogo.

Luís Carlos Patraquim
Manual para incendiários e outras crónicas

Este livro reúne um conjunto de crónicas sobre diversos assuntos, em particular sobre literatura.
No nosso catálogo.
 
 
 
 
 

 
Charles Baudelaire
As flores do mal

Grande marco da poesia moderna e um livro inovador, reunindo tópicos invulgares, que viriam a ser
recorrentes em toda a modernidade: a queda; a expulsão do paraíso; o amor; o erotismo; a decadência; a morte; o tempo; o exílio e o tédio, representam muitos dos motivos presentes no livro, que possui uma temperatura e uma sensualidade nunca antes vista na literatura mundial, até então.No nosso catálogo.
 
 
 
Pepetela
Crónicas com fundo de guerra

As crónicas que compõem este livro foram publicadas no jornal "Público" de 1992 a 1995 e tinham por t
ítulo genérico "Da Terra dos Mitos". Poderia ser até um bom título para manter. Mas as crónicas tinham sido escritas na altura em que, depois do processo de pacificação e eleições do ano de 1992, altura em que tudo de bom parecia possível de realizar em Angola, se seguiu a desilusão do fracasso coletivo que significou a continuação da guerra civil, até em muito mais larga escala de sofrimento e destruição. Como se destinavam a um público estrangeiro, uma parte importante dele sem referências
sobre o país, pouco se falava de guerra ou assuntos diretamente políticos mas antes do dia-a-dia e do despontar de pequenas notas de esperança, por vezes mesmo alguma ficção. No entanto, a guerra estava presente e o seu batuque ecoava por toda a parte, abafando a esperança.No nosso catálogo.

Bicho de Sete Cabeças

Temos os resultados e mais um Bicho de Sete Cabeças para resolver

Novidade - Bicho nº5

No filme Die Hard - a Vingança, com os atores Bruce Willis e Samuel Jackson, os personagens têm de resolver vários enigmas. Num dos enigmas, os personagens teriam de encher um garrafão com exatamente 4 litros de água para desativar uma bomba utilizando apenas um garrafão de 3 litros e um de 5 litros. Como resolverias este enigma?



Resultados - Bicho nº3
O que é surdo e mudo, mas conta tudo?

Respostas dos alunos
Participaram 16 alunos, dos quais 11 acertaram na resposta, 4 erraram.


O vencedor foi decidido por sorteio: a aluna nº11 do 8ºC.


Bicho ainda a decorrer - Bicho nº4
Numa família, cada rapaz tem 3 irmãos e cada rapariga tem 4 irmãs. Qual é o número de crianças que a família pode ter?

Aniversário

Nos próximos dias vamos comemorar o aniversário do escritor Júlio Dinis


Júlio Dinis

Júlio Dinis é o pseudónimo literário mais conhecido de Joaquim Guilherme Gomes Coelho. Também utilizou o pseudónimo Diana de Aveleda, em pequenas narrativas.
Nasceu no Porto, no dia 14 de dezembro de 1839. Foi médico e escritor português. É autor de poesias, peças de teatro, textos de teorização literária, mas destaca-se sobretudo como romancista. Foi o mais «suave e terno romancista português, cronista de afetos puros, paixões simples, prosa limpa».
Foi viver para a província para se tratar da sua doença, tuberculose, que já havia vitimado a sua mãe e os seus oito irmãos.
Descobre nas regiões por onde passou, os encantos da vida rural, que estará presente em grande parte das suas obras.
Acabou por falecer no Porto, no dia 12 de setembro de 1871, tinha quase trinta e dois anos.
Deixa uma produção original e inovadora, que contribuiu grandemente para a criação do romance moderno em Portugal.
Destacamos as obras: “As Pupilas do Senhor Reitor”, “Uma Família Inglesa”, “Morgadinha dos Canaviais”, “Os Fidalgos da Casa Mourisca”.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Bicho de Sete Cabeças

O Bicho de Sete Cabeças realiza-se quinzenalmente na Biblioteca da Escola General Humberto Delgado.


Trata-se de um concurso em que os alunos deverão resolver várias questões, onde se incluem desde verdadeiros quebra-cabeças aos mais pequenos desafios.
 
Este concurso abrange todas as áreas de conhecimento.

Os alunos ou quem desejar participar, deverá resolver e apresentar não só a solução, mas também a explicação de todos os passos realizados até chegar à solução.

Já apresentámos alguns bichos

Bicho nº1
Completa a seguinte sequência:         S T Q __  __ __ __


Respostas dos alunos
Participaram 21 alunos, dos quais 12 alunos não deram resposta correta e 9 alunos não colocaram identificação.


Bicho nº2
A E I U Y.                Identifica o intruso e justifica.


Respostas dos alunos
Participaram 33 alunos, dos quais 15 acertaram na resposta, 16 erraram, 1 não respondeu e 1 não se identificou.

O vencedor foi decidido por sorteio: a aluna nº12 do 6ºC

Bicho nº3
O que é surdo e mudo, mas conta tudo?

Respostas dos alunos
Ainda está a decorrer...


Bicho nº4
Numa família, cada rapaz tem 3 irmãos e cada rapariga tem 4 irmãs. Qual é o número de crianças que a família pode ter?

Respostas dos alunos
Está a decorrer...

Efemérides

Na Biblioteca da Escola General Humberto Delgado não esquecemos algumas efemérides.

Pretende-se chamar a atenção, valorizar e refletir sobre feitos, personagens, obras, valores importantes, significado e tradições.


Os alunos são convidados a realizar trabalhos sobre a efeméride em causa.


Os trabalhos, individuais ou em grupo, podem ser desenhos ou textos em prosa ou poesia.
Depois serão expostos na biblioteca.

Até ao momento temos a registar algumas efemérides.

Abertura do ano letivo

Para além de outras atividades, fez-se uma pequena exposição relacionando os livros e as cores da CDU.

Pretendemos chamar a atenção para os novos alunos de que os livros estão organizados nas estantes segundo temas e cores.

 


Mês das bibliotecas escolares

Foram muitas as atividades desenvolvidas neste mês, mas acrescentamos:
Os alunos podiam responder à questão "O que te leva a entrar na biblioteca?" no mural colocado no átrio da entrada da escola.
Podiam responder através de uma imagem, uma palavra ou uma frase curta.

Halloween
A sala ficou engraçada.


 
 
Dia de S. Martinho
Os alunos realizaram alguns trabalhos.

  

Outros podiam ver a história de S. Martinho e algumas imagens sobre as castanhas.

 

Aniversários

Na Biblioteca da Escola General Humberto Delgado comemoramos todas as semanas o aniversário de um escritor.

Publicamos um pequeno cartaz sobre o escritor e a sua obra.
  

A festa continua com as frases e desenhos realizados pelos alunos.

 


Esta semana vamos comemorar o aniversário da escritor Florbela Espanca.

Florbela Espanca
Florbela Espanca  nasceu em Vila Viçosa a 8 de Dezembro de 1894 .
Foi batizada como Flor Bela Lobo, mas opta por se autonomear Florbela d'Alma da Conceição Espanca.
Foi uma poetisa portuguesa.
A sua vida, de apenas trinta e seis anos, foi plena, embora tumultuosa, inquieta e cheia de sofrimentos íntimos que a autora soube transformar em poesia da mais alta qualidade, carregada de erotização, feminilidade e panteísmo.
Faleceu em Matosinhos a 8 de Dezembro de 1930.
Deixamos aqui um dos seus pensamentos:
“A vida é sempre a mesma para todos: rede de ilusões e desenganos. O quadro é único, a moldura é que é diferente.”

Até ao momento já comemorámos alguns aniversários.


José Cardoso Pires
José Augusto Neves Cardoso Pires nasceu 2 de Outubro de 1925 em Vila de Rei, São João do Peso, foi um escritor português.
É considerado um dos maiores escritores portugueses do século XX.
Faleceu a 26 de Outubro de 1998 em Lisboa, Campo Grande.
A sede do nosso Agrupamento, a Escola Secundária, tem o seu nome.~




Maria Francisca Gama
Maria Francisca Almeida Gama nasceu no dia 6 de outubro de 1997, em Leiria.
É uma jovem escritora de 19 anos. O que a distingue dos outros jovens da sua idade é o facto de ter escrito um livro com apenas 14 anos. Salientamos um dos seus livros, "Em troca de nada", por ser uma história de bullying que, infelizmente, é cada vez mais frequente nos jovens.





Agustina Bessa-Luís
Agustina Bessa-Luís, pseudónimo literário de Maria Agustina Ferreira Teixeira Bessa, nasceu em Vila Meã, Amarante, a 15 de Outubro de 1922.
A sua infância e adolescência são passadas nesta região, cuja ambiência marcará fortemente a obra da escritora. Começou a escrever aos 16 anos.



Ramalho Ortigão
José Duarte Ramalho Ortigão foi um escritor português. Nasceu no Porto, no dia 24 de Outubro de 1836. Ramalho Ortigão foi uma das principais figuras da chamada Geração de 70.
Vítima de cancro, acabou por falecer em 27 de setembro de 1915.





 


Alexandre Honrado
Escritor e jornalista português nasceu a 1 de Novembro de 1960, em Lisboa.
Começou a escrever muito cedo. É autor essencialmente de literatura infantil e juvenil.









Sophia de Mello Breyner Andresen
Sophia de Mello Breyner Andresen foi uma das mais importantes poetisas portuguesas do século XX. Distinguiu-se também como contista e foi autora de livros infantis.
Sophia de Mello Breyner Andresen faleceu, aos 84 anos, no dia 2 de Julho de 2004.








António Torrado
António José Freire Torrado nasceu no dia 21 de novembro de 1939.
É um dos nossos melhores escritores, é um poeta, ficcionista, dramaturgo, novelista, autor de obras de pedagogia e de investigação, é por excelência um contador de histórias, estando muitos dos seus livros e contos traduzidos em várias línguas.Publicou o 1º livro aos 18 ano. É mais conhecido como escritor de livros para crianças.





Margarida Fonseca dos Santos
Nasceu em Lisboa, a 29 de Novembro de 1960. Deu aulas em várias escolas.
Em 1993 começou a escrever e isso tornou-se uma verdadeira paixão, que mudou a sua vida. Tem vários livros publicados, na sua grande maioria para crianças e jovens, e escreve com regularidade para teatro.